SURPREENDA-SE COM BRUXELAS

Mês passado tivemos mais um feriadinho prolongado aqui no Egitão. Como eu e o Rodrigo somos contra desperdícios, resolvemos dar uma voltinha pela Europa. Desta vez nosso destino foi Bruxelas e Bruges na Bélgica e Amsterdam na Holanda.

Para não ficar muito extenso, vou dividir o assunto em três posts. O primeiro (este) será sobre Bruxelas, capital belga. Nossa primeira parada.

Para chegar a Bruxelas, pegamos um trem direto do aeroporto de Amsterdam e cruzamos a divisa entre Holanda e Bélgica. Ficamos em hotelzinho bem simples a cerca de 1 km da praça principal da cidade. Não sei se já comentei aqui, mas eu não fico em hotel caro… Prefiro gastar o dinheiro com comida, vinho e cerveja, bem mais interessante.

Quando chegamos à cidade já era noite. O hotel estava localizado em uma zona comercial e nós como bons brasileiros, ficamos um pouco inseguros durante a caminhada da estação até o hotel. Mas, logo descobrimos que era bobagem. A cidade é segura e tranqüila, muito organizada e bem policiada.

vista do ônibus turístico parte nova da cidade

A fundação oficial de Bruxelas foi no ano 979. Não, eu não esqueci o 1 na frente da data. É isso mesmo, 979. Claro que na época não passava de um castelo, ou melhor, uma fortaleza que abrigava apenas um vilarejo ao redor. Mas a cidade cresceu rapidamente, pois era uma importante rota comercial na época. Na verdade ainda é.

Ao caminhar pelas ruas da cidade podem-se ver prédios absurdamente antigos e muito bem conservados. Alguns deles mostram a data de sua construção. É realmente impressionante. Ainda mais para nós brasileiros, que perto desses países não passamos de bebês recém-nascidos.

Como de costume e até por que estávamos famintos, saímos à procura de um lugar para jantar. Poderia ser qualquer lugar, desde que… Vendesse cerveja belga!!!!

Vai dizer que você não sabia que a cerveja belga é uma das melhores do mundo???

Pois é meu bem! Me esbaldei nesse país!!!

Loja especializada em cerveja

Aqui existem mais de 1.500 tipos de cerveja. As principais são Stella Artois, Alken Maes, Duvel, Jupiler entre outras. Mas, se você for espertinho vai provar também as artesanais, menos famosas. Maravilhosas.

Achamos uma casa de grelhados bem convidativa. Confesso que estava só pela saladinha, mas quando abri o menu e vi uma foto de costela de porco assada eu não resisti… Saladinha uma ova!!! Escolhemos a cerveja e mãos à obra!!

O dia seguinte amanheceu um pouco nublado. Nada que nos assustasse. Decidimos pegar o ônibus turístico, pois não conhecíamos muito sobre o lugar. Aconselho este transporte para todos os viajantes solitários, ou seja, que não contratam guias. É mais barato que taxi e você pode ver tudo o que interessa na cidade. Depois é só escolher onde descer.

Atomium

Bruxelas é bastante extensa. Nem tudo pode ser feito a pé. Um bom exemplo é o Atomium, um dos mais famosos pontos turísticos do local. Eu particularmente não achei nada demais, mas…

Ele representa um átomo ampliado 165 milhões de vezes. É possível subir ao topo da esfera, onde se encontra um restaurante panorâmico.

Confesso que por ser longe do centro e devido ao curto tempo que tínhamos na cidade, não desci do ônibus.

Fizemos todo o trajeto pelos principais pontos da cidade, cerca de 1 hora de passeio. A partir daí decidimos onde queríamos ir. A primeira parada foi o centro da cidade.

Muito aconchegante. Ruas pequenas e estreitas. Prédios antigos, igrejas e museus. Diversas lojas decoram a redondeza, mas obviamente o que mais me chamou a atenção foram as casas especializadas em CERVEJA!!! Cerveja para todos os gostos… Pilsen, Bock, Malzbier , trigo e claro, as cervejas com frutas  para quem gosta (tô fora).

Ali no centro está também o prédio da OTAN e o da União Européia.

Obviamente que eu não preciso dizer que Bruxelas é a capital oficial da União Européia né? Tenho certeza que você já sabia disso!

Não menos interessante está a belíssima Catedral de Sts Michel-et-Gudule. Este é considerado o mais antigo prédio gótico da Bélgica, construído em 1226.

Grand-Place

Caminhando mais um pouquinho chegamos à Praça Central, também conhecida como a Grand-Place. Agora sim estamos falando de lugar legal. Não que o restante da cidade não seja, mas ali é simplesmente o coração do lugar. Linda!!!!

A arquitetura da praça é fantástica. A começar pela Câmara Municipal que parece mais um castelo do que um prédio propriamente. Construída em 1459, este prédio também é conhecido como Hotel de Ville( réplica de Paris). Um estilo gótico fabuloso de se ver. Possui as fachadas decoradas com estátuas angelicais e outras representando nobres da época.

Na praça também está a conhecida Casa do Rei. Este local serviu de moradia para o rei da Espanha lá pelo ano de 1500. Um prédio também no estilo gótico incrivelmente detalhado em sua arquitetura.

Nos arredores da praça milhares e milhares de restaurantes. Eles se espremem entre as ruelas que circulam o centro criando o ambiente mais charmoso da cidade. A especialidade são frutos do mar e a iguaria mais solicitada são os Mexilhões com Batatas fritas Belgas.

Restaurantes

Se você é do meu time e detesta mexilhões, pode tentar a lagosta ou o salmão básico de todo o dia (jura né!). Os cardápios também oferecem outras opções, mas eu particularmente recomendo o peixe. Ah você não come frutos do mar? Você deve ser um daqueles chatos que fica reclamando do restaurante e não gosta de nada!!!  Conheço gente assim… Hahahaha.

Agora, fala a verdade… Você está se perguntando por que eu chamei as batatas fritas de Belgas né? Tah sim que eu sei… Confessa!!!!

Porque a Bélgica se considera a criadora dessa iguaria, embora a França e a Espanha também disputem pelo título. Mas, em minha opinião é tudo igual!!! Apesar de a Bélgica ser ganhadora de vários prêmios internacionais.

Você pode encontrar as batatas em banquinhas e lojinhas por toda a cidade. Os mais diferentes molhos são oferecidos e é ideal para aqueles que gostam de fazer um lanchinho para não perder tempo (não é meu caso).

Todos os pratos vêm acompanhados pelas tais batatas, e não ouse chamar de French Fries. O garçom certamente vai lançar um olhar de ódio para você. Tente algo como frites ou apenas potatos mesmo!!

Diferente de algumas cidades, em Bruxelas é na noite que as coisas ficam mais interessantes. Por quê? Porque a cidade simplesmente se ilumina!!! Fica radiante!!! Deslumbrante!!!

Grand-Place noite

A Grand-Place fica assustadoramente encantadora. Utilizei a palavra assustadora porque realmente me assustei… Não estava esperando tanto. Estávamos caminhando tranquilamente em direção à praça, procurando um lugarzinho para jantar (de novo) quando BUMMM!!! Luz, muita luz!!!

A Câmara Municipal e a Casa do Rei estavam mais lindos do que nunca. A torre brilhava até o topo e os demais prédios não ficavam atrás. Difícil descrever tamanha beleza.

Uma orquestra estava instalada em um dos cantos da praça e tocava músicas famosas, enquanto alguns casais dançavam e namoravam. Logo em seguida uma banda militar e alguns soldados marchavam, apresentando-se ao público que aplaudia enquanto as crianças ficavam hipnotizadas. Acredito que era o “dia do soldado” ou algo assim.

Ficamos ali por um bom tempo, quase esquecendo a fome… Quase.

Muita gente passeando pelas ruas, as lojas de souvenir todas abertas e os restaurantes estavam lotados.  Escolhemos aquele que mais nos pareceu atraente e mesmo assim ficamos esperando alguns minutos.

Acertamos em cheio!!!

Foi uma noite inesquecível…

É muito legal a forma que a cidade mistura o novo com o antigo. Um não agride o outro e ao contrário, faz a cidade ainda mais surpreendente. Os prédios mais novos são dignos de uma capital européia e a preservação da história da cidade explica porque eles são tão culturalmente avançados. Um exemplo que poucos países seguem.

No dia seguinte mais um rápido passeio e…

PARA TUDOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

Chocolate Belga

Quase me esqueci de falar de uma coisa muito importante: CHOCOLATE!!!!

Você sabia que o chocolate da Bélgica é um dos melhores do mundo?????

Claro que sim né! Você acha que sabe tudo!!! Que nem você sabia da batata frita, né?

Eu descobri o porquê! (na verdade eu já sabia, NOT)

Jesus me abana!!!! É muitoooooooooooo bom!!!! E olha que eu nem sou tão fã de chocolate não!

As lojas são extremamente convidativas. Cascatas de chocolate irresistíveis convidam você a entrar e quem sabe? Tomar um banho? Vontade dá!

Você entra nas lojas e não consegue se controlar. É muito gostoso… Tudo! Cheiro, cor, forma e sabor. Arrependi-me amargamente de não comprar chocolate para estocar, ao menos até o ano 2020. Mas agora me lembro o porquê de eu não ter feito isso… É caro, bem caro!!!

Outra coisa que é fundamental falar: As flores.

Lindas!!!

As sacadas e janelas da cidade são todas floridas. Os muros são floridos. Até mesmo os postes de luz são floridos… Amei!!! Lembrei de Mamãe e da sogrinha!

Bom, voltando…

No dia seguinte um rápido passeio e “vamos se” embora para a estação… Próximo destino? Bruges.

Aguardem…

Beijos

3 comentários (+add yours?)

  1. Ricardo Gaffree
    Nov 04, 2011 @ 14:53:53

    Andrea, acabei de ler o seu post e adorei. Estou indo para Bruxelas no final do mês e foi muito legal ler algo escrito descontraidamente. Parabéns. Abraços

    Responder

  2. Mia
    Out 06, 2011 @ 16:44:14

    Gostei muito do relato da tua viagem! E que bom que gostaste😉
    Preciso dizer que gosto bastante da maneira como escreves. Sempre bom ler os teus posts 🙂

    Beijos*

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: