E VIVA AS DIFERENÇAS!

Palavra do dia:

Diferente: Mukhtalif

*************************************************************************************************

Obviamente que vocês já devem ter percebido que existem muitas diferenças entre o Brasil e o Egito. Existem diferenças culturais, climáticas, sociais e principalmente religiosas. Muitas delas são muito difíceis de conviver e outras muito engraçadas. Hoje, vou desbravar este assunto um pouco mais com vocês.

Intimidade Masculina

Que amor!!!

Você sabia que mostrar afeto entre marido e mulher em público é praticamente proibido por aqui? O mesmo não se aplica a amigos do mesmo sexo. Principalmente entre os homens. Eles simplesmente adoram andar abraçadinhos ou de mãos dadas. Muitas vezes a “amizade é tanta” que eles dão até beijinho de esquimó. Aquele que um narizinho encosta no outro. É realmente muito estranho de se ver.

Outro dia, eu estava dentro do carro parada no engarrafamento quando um rapaz, que estava abraçado em outro, me deu uma piscadinha. Comecei a rir dele e acredito que ele não entendeu o por que!  Qualquer mulher ocidental acharia que ele é gay. Sério, foi muito ridículo. Ele fazendo aquela cara de sexy boy e eu dando gargalhadas…

Televisão

A TV egípcia possui muitos canais. Aqui todo mundo tem receptor de satélite. Não existe TV aberta do tipo liga na tomada e aparece a imagem. Você compra um aparelho de recepção e recebe uma infinidade de canais. Ao menos 90% desses canais são locais ou de países vizinhos. Os canais internacionais geralmente são pagos. Você compra um cartão e então libera aqueles de sua preferência.

Claro que existe o famoso “gato”. A maioria dos brasileiros por aqui tem. Acho que os egípcios também. A Globo Internacional é geralmente adquirida através dele, pois ela é extremamente cara. Obviamente que para você conseguir acesso é necessário um receptor específico que custa os olhos da cara, mas mesmo assim, vale a pena só para nos sentirmos mais próximos da terrinha.

Mas o que mais me choca na TV local são os cortes feitos na programação. A famosa censura! Vocês não fazem idéia do quão ridículo é. Eles cortam tudo que seja relacionado a sexo. Beijo, nudez, cenas de sexo, etc… Sabe aqueles filmes adolescentes onde a mocinha dá um beijinho no mocinho somente no final do filme?? Nem pensar!!!

Lembra do filme com a Drew Barrymore, Nunca Fui Beijada!? Pois é… Aqui, ela não foi até hoje!

O que me espanta é que as cenas de agressão, do tipo marido espancando a mulher, essas eles não cortam nem um pedacinho sequer!

Outra coisa são os clips musicais árabes. Quase todos os canais passam uma porção deles. Seja no intervalo ou durante a programação. tem sempre alguém chorando na tv. Habibiiiiiii!!!!! Oh, Habibiiiiiii!!!! Como sofrem esses árabes!!!

Tamanho Família

Refeição para toda a família

Por aqui quase tudo o que você compra vem em tamanho família. Sabonete líquido em embalagem de um litro, azeite de cinco litros, manteiga de um quilo, sabão em pó de cinco quilos e por assim vai.

Todos os restaurantes de Fast Food apresentam em seu cardápio opções para família. Pizza tamanho família, KFC (frango frito) em embalagem para família, Mc Donalds entrega especial para família.

Obviamente que isso acontece porque eles têm muitooooosssss filhos. Muitas vezes moram na casa dos sogros ou dos pais que por sua vez, também tem muitoooossssss filhos. E por assim vai. Claro que existem as embalagens tradicionais, mas são mais difíceis de encontrar.

Cortinas nas Sacadas

O Egito é um país muito quente. Seja inverno ou verão o sol é realmente castigante. Como a maioria da população não dispõe de condições para adquirir ar condicionado, o jeito é deixar as janelas abertas mesmo.

O problema é que além da brisa (quase imperceptível) o sol também entra pelas janelas. A solução é usar cortinas. O detalhe é que além das cortinas internas, aquelas que usamos dentro da nossa casa para enfeitar as janelas, os egípcios usam também cortinas externas. Eles colocam as cortinas nas sacadas dos apartamentos, na parte exterior, depois da janela.

Existem duas razões para isso. A primeira, como já disse, é o sol que esquenta os ambientes demasiadamente e a segunda, é que as mulheres não podem mostrar seus cabelos ou demais atrativos para estranhos. A fim de ficar a vontade em suas casas, sem serem vistas pelos vizinhos, elas optam por usar as cortinas nas sacadas e ainda sim ter a brisa externa.

Acaba por virar uma decoração carnavalesca. Cada prédio tem diversas cortinas penduradas de cores e estampas diferentes. Sem contar a poeira instalada no tecido que dá um charme a parte á cidade. Chega a ser um cartão postal do Egito, nada encantador.

Inchaála Bukra

“Se Deus quiser amanhã.”

Tudo que você precisar para “ontem” a resposta será a acima. Nada, nada mesmo é feito na hora e no momento que você desejar.

Se você precisar de um encanador, por exemplo, vai ligar para a companhia que presta o serviço e perguntar quando o profissional irá a sua casa. A resposta será: Inchaála Bukra!

Se você precisar consertar o carro, perguntar ao mecânico quando ele ficará pronto. A resposta será: Inchaála Bukra!!

O Problema é que o Bukra (amanhã) nunca é amanhã. Geralmente é uma semana depois. Talvez até mais. Eles nunca têm pressa para nada. Tudo pode esperar. Nada é urgente. Nada mesmo!!

Essa frase é uma das mais ouvidas aqui no Egito. Maalish è como se fosse um tipo de pode ser?? No começo você acredita que no outro dia seu problema será resolvido, depois, você apenas ri.

Área de Serviço

No Egito não existe área de serviço. Tanto nos apartamentos quanto nas casas, a máquina de lavar roupa fica ou na cozinha ou no banheiro. Tanque de lavar não é um artigo conhecido por aqui.

As roupas são estendidas nas sacadas ou dentro das casas mesmo.  Se você precisar deixar algo de molho, ou opta pelo balde ou pela banheira. Aliás, tudo é feito na banheira. Menos tomar banho é claro.

Nome Próprio

Você sabia que todo o filho (a) leva apenas o nome do pai? Mas não é apenas o sobrenome não. É tooooodo o nome. A mãe não tem direito a colocar o seu nome no bebê.

Se você tem um filho e quer batizá-lo como Marcelo, por exemplo, e seu marido se chama Fábio da Costa Silva. O nome do seu filho será Marcelo Fábio da Costa Silva. Interessante não é mesmo?

E a mulher também não pode usar o nome do marido. Ela permanece com seu nome de solteira mesmo depois do casamento e isso não é uma opção.

Outro detalhe curioso sobre o nome das mulheres é que nunca se deve chamá-las pelo nome em público. Considera-se um desrespeito. Se você estiver caminhando com sua sogra na rua e quiser chamá-la, deve chamar por sogra, nunca pelo nome dela.

As pessoas se referem às mulheres como a mãe do fulano ou esposa do ciclano. Nunca pelo nome. Apenas em casa e para com conhecidos isso é permitido.

Também é considerado desrespeitoso perguntar o nome da mãe de um homem. Ele certamente irá ficar furioso com você. Mas isso só serve se você for homem também. Mulheres não têm esse problema.

Os Demônios do Banheiro

Os egípcios mais tradicionais acreditam que o banheiro seja um lugar sujo. Eles afirmam que lá existem demônios prontos a possuir aqueles que têm pensamentos impuros. Isso por que os anjos não entram no banheiro, portanto ficamos mais vulneráveis. É no banheiro que nos “livramos” das impurezas do nosso organismo, e os “maus gênios” se alimentam de impurezas.  (Ecaaaa!!)

Nada que seja sagrado ou que possua a palavra “Alá” pode ser lido ou pronunciado no banheiro. Se você fizer isso estará atraindo meus espíritos e não estará puro para comunicar-se com Alá.

Depilação e Bronzeado

As mulheres no Egito se depilam dos pés à cabeça. Aqui isso é considerado higiene básica. No meu ponto de vista, considero dolorido. Os braços, pernas, coxas são todos lisinhos. Elas acham um absurdo a gente deixar os pelos pelo corpo. Por vezes me deparo com elas olhando para mim como se eu fosse a mulher mais suja do mundo. O engraçado é que elas se depilam todas, mas cobrem o corpo com roupas compridas… Me expliquem, para que o trabalho então???

O engraçado disso é que se você for a uma depiladora, ela provavelmente  se recusará a depilar as partes íntimas, vamos dizer assim, mais ao fundo. Nojinho???  Pode até ser. Só sei que é a maior dificuldade. Na maioria dos casos as mulheres se depilam em casa mesmo. Uma mistura de açúcar com água e mais alguma coisa que resulta num melado nojento.

Elas também odeiam se bronzear. Tem pavor do sol. Ironicamente nunca chove no Egito. Os homens também detestam marquinhas de bronze. Eles ficam apavorados ao verem os turistas tomando banho de sol. Parece que estão cometendo um crime inafiançável.

Os cosméticos campeões de vendas por aqui são os clareadores de pele. Tem de todas as marcas e tipos. Se funciona??? Hum, não sei não!! Elas continuam bem escurinhas para mim… Nós aqui, invejando a cor morena delas e elas lutando para ser mais brancas… Vai entender o ser humano!!

Transito

 

No Trânsito aqui vale de tudo. Absolutamente tudo é permitido mesmo!!

Os caminhões podem levar qualquer tipo de carga, na altura e peso que bem entenderem. As motos podem levar até cinco pessoas e também animais. As crianças andam no banco da frente sem cinto de segurança e é quase impossível ver as cadeirinhas para bebês nos carros.

As placas de trânsito são muito confusas e quando escritas em inglês, geralmente estão erradas. Dia desses vínhamos da praia e havia uma placa que dizia: CIARO 100 KM. Não seria CAIRO??? Eles trocam as letras e não fazem a menor idéia do erro. Assim como essa tem várias outras.

Semáforos são inexistentes e filas duplas, triplas e até mesmo carros estacionados em pontes e viadutos é algo muito comum de se ver. O trânsito é uma das coisas mais chocantes aqui do Egito. Só vendo para crer!!!!

Excesso de Afeto

O povo daqui geralmente é extremamente afetuoso. Exageradamente eu diria até. Você mal conhece alguém e a pessoa já diz que você é a luz que veio para iluminar o Egito.

As pessoas lhe tratam como se lhe conhecessem há anos. Da noite para o dia são os seus melhores amigos e fazem de tudo para agradar. Por vezes é um pouco sufocante até. Basta você ser gentil que arrumará um “amigo” para o resto da vida.

A dona da casa em que eu moro me chama de “irmãzinha”. Às vezes diz que sou o “bebê” dela. Muito engraçado. Hehehe. A minha faxineira me trata como se eu fosse uma rainha, com um excesso de zelo que até me faz pensar por vezes que sou  uma estúpida que não sabe de nada. Excesso de amor???  Pode ser. Mas acho que parece meio cínico isso. Talvez porque eu venha de um país onde confiança e afeto não seja um ponto forte!

Corrupção

Policial tirando a cesta da tarde

Como não poderia deixar de falar, e obviamente não querendo nem de longe dizer que isso não acontece no Brasil, vem a famosa corrupção!

Aqui você consegue qualquer coisa com dinheiro! Tudo, mas tudo mesmo tem seu preço. Claro que isso se justifica na pobreza do país. Noventa por cento da população é miserável. Isso incluindo os servidores públicos.

A polícia ganha absurdamente pouco. Você consegue se livra de qualquer coisa com poucas libras. Multas, infrações, burocracia, etc.

Um colega nosso foi barrado na imigração ao chegar ao Egito. Ele não tinha o visto, portanto não poderia entrar no país. Tudo se resolveu com duzentas libras (cerca de cinqüenta Reais) e algumas horas de espera. Agora imagine se fosse um terrorista ou traficante??

Outro detalhe é que a polícia adora “dormir em serviço” literalmente. Por onde você passa tem um oficial sentado dormindo ou bem descansado.

Gostaram das diferenças e curiosidades??Obviamente que existem milhares de outras coisas que acontecem por aqui. É difícil descrever uma a uma, pois acaba que elas viram uma rotina na vida da gente. Acredito que farei outros textos com mais dessas curiosidades muito em breve.

Beijão

15 comentários (+add yours?)

  1. Anónimo
    Maio 17, 2015 @ 19:41:13

    Eu gostaria de saber mais sobre os relacionamentos, casamentos,separação e número de filhos, essa cultura me fascina, amo o Egito, pelo seu passado, sua história, tudo.

    Responder

  2. Lucimara
    Fev 19, 2015 @ 20:26:46

    Adorei…

    Responder

  3. marcita
    Set 02, 2012 @ 13:28:14

    Um grande bjos a vc!! me esqueci do bjosss rsrs…Andreia!!

    Responder

  4. marcita
    Set 02, 2012 @ 13:25:00

    wow…Andréa!! adorei vc,d+++com poucas palavras,e um senso de humor maravilhoso!! muito bacana, de como vc contou sobre o País sem criticar,parabéns!! um grande a vc…aqui do Brasil…sua admiradora…Marcita….

    Responder

  5. Anónimo
    Jul 16, 2012 @ 02:56:07

    Devorei tudo aqui. Muito importante TODAS asinformaçoes

    Responder

  6. Julia
    Nov 19, 2010 @ 04:23:59

    Bom, eu li todo teu blog e não registrei no post correto um erro que vi mas eu devorei todo teu blog. Saudades e mais saudades de tudo do Egitão!!!

    Tu escreveu que shukran é por favor. Isso não está correto.

    Shukran = obrigado
    Por favor = lausamart e/ou minfadlak (pronúncia).

    Espero ter ajudado, desculpa alguma coisa🙂

    Responder

  7. Marlene
    Out 15, 2010 @ 10:48:12

    Pior mesmo eh ver algumas maquiadas parecendo mais um fantasma e se achando a top das top models, ridiculas!!
    Ooooooo povo feio esse daqui!
    bjo

    Responder

  8. Uma mae das Arabias
    Out 13, 2010 @ 20:26:33

    Andreia,

    Eh muito engracado como as coisas mudam qdo estamos em cidades diferentes, eu morei em Alexandria e vejo que vc, ai no Cairo, tem algumas coisas que nao faco ideia, mas outras sao identicassssss….hehehhehe

    A historia da cortina externa nao temos em Alex nao…..

    Ah, deixa soh eu te dizer algo:

    Malesh eh ‘sem problemas” , ‘nao releve’, ‘nao ligue’, algo nesse sentido.

    Entao, qdo falam:

    “Bucra, Inshaa Allah. Malesh”

    Querem dizer:

    “Amanha, se Deus quiser. Nao releve!”

    Estao querendo se desculpar…..kkkkkk….isso me dava nos nervosssssss…..hahahahhaha

    Sobre o bronzeado:

    Os arabes gostam de pessoas brancas e os egipcios sao um dos povos mais moreninhos do Oriente Medio. Isso eh odiado por eles, entao, nao toma sol de jeito nenhum pra nao ficar mais bronzeado do que ja sao…..kkkkk

    Tinha uma amiga que fugia do sol o verao todo…..tinha pavor de ficar mais moreninha….hahahhaha

    Cada doido com sua mania, nao eh mesmo???

    Beijos pra vc, gosto daqui!

    Fiquem com Deus

    Barbrinha e Bebejinho

    Responder

    • Andréia Feijó
      Out 14, 2010 @ 10:00:05

      Muito engraçado vê-las levando os filhos para a praia. Mesmo cobertas dos pés a cabeça ainda assim ficam o tempo todo na sombra. Os pais, o que eu particularmente acho muito legal, são os que ficam brincando com os filhos o tempo todo.

      Responder

    • Julia
      Nov 19, 2010 @ 04:18:43

      Em Alexandria eu vi em vários lugares sim a tal cortina por fora. Para estender as roupas na rua a mulherada se cobria todinha e depois entrava correndo para trás dessa cortina sim. Não sei onde tu morou, mas eu andei e muitooooo por toda Alexandria e em alguns bairros isso é mais recorrente que em outros.

      Ma3a el salama

      Responder

      • nour
        Jun 23, 2014 @ 19:44:17

        Sim! Verdade eu vi muitas cortinas em Alexandria..tbem muitos gatos usando a areia da praia como banheiro aaaaaaaai!
        Mas uma coisa que achei legal e o bikini muculmano, vces viram? E um vestidinho estampado curtinho, com blusinha basica por baixo, legging bem justinha e uma touquinha da mesma estampa do vestidinho, tudo feito com o mesmo tecido que se faz bikinis, nao sei vces mas achei o maximo kkkkk

        Responder

    • Anónimo
      Jul 11, 2013 @ 15:54:35

      É estranho quando voces dizem que os árabes gostam de pessoas com a pele clara, meu habibe é egipcio e é um branquelo e diz que adora a cor da minha pele, e tenho a pele morena. Bem, deve ser uma exceção então.

      Responder

  9. Gomes :P
    Out 12, 2010 @ 16:38:58

    Publicacäo(INFO)interessante e inteligente!!até porque,: me ajudou mais ainda a “definir” a razäo de uma Brasileira com seu Habibiiii… retornar desesperadamente para a sua PÁTRIA AMADA “SALVE SALVE”!!!!:DD e VIVA O BRASIL!!!! Dreaaaa bjos🙂

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: