AO CAIR DA NOITE

Palavra do dia

Copo: Copeia

****************************************************************************************************

Depois de tanto falar em religião, restrições e pecados, resolvi falar sobre um assunto mais leve: BALADA!!! Bom, não balada propriamente dita, mas sobre o lazer noturno do Cairo. Acho que está na hora de fazer justiça a esta cidade e contar um pouquinho sobre o lado divertido dela.

Cairo à Noite

Eu e o Rodrigo adoramos sair para jantar. Conhecer novos lugares sempre foi um dos nossos programas preferidos. Aqui no Cairo isso se tornou ainda mais interessante. Esta cidade possui uma vasta diversidade de restaurantes, cafés e bares. Aqui você encontra todo tipo de comida, desde lugares típicos à cozinha internacional. Muitos dos restaurantes que conheci aqui, não perdem em nada para os que costumava freqüentar no Brasil e arrisco até mesmo a dizer que alguns chegam a ser até melhores.

No Cairo a noite transforma-se completamente. A cidade que durante o dia é empoeirada e abafada, a noite transforma-se em um lugar exótico e fresco. Os hotéis ficam todos iluminados e a orla do Rio Nilo traduz-se em um verdadeiro cartão postal, virando o lugar ideal para as mais variadas aventuras gastronômicas. Embora o comércio permaneça aberto até altas horas, a cidade está um pouco mais tranqüila e o trânsito, ainda agitado, passa a ser menos engarrafado, facilitando o acesso entre os bairros.

O povo daqui adora sair à noite. Eles tem o hábito de ficar sentados nas ruas e olhar o movimento. As pontes e ruas mais conhecidas ficam lotadas. Muito engraçado ver os grupos de amigo e os casais levando suas cadeirinhas para sentar-se nos viadutos e nas calçadas. Não preciso dizer que esta hora também é propícia para um leve piquenique. Confesso que este programinha não me atrai nem um pouco, mas há aqueles que têm nisso o seu lazer maior. Vai entender!

Barco Blue Nile

Os melhores e mais caros restaurantes estão localizados no interior dos hotéis 5 estrelas. As bebidas alcoólicas são mais fáceis de ser encontradas nestes lugares, porque como eu já disse em posts anteriores, não são todos os lugares que as comercializam. Lugares internacionais como o Buddah Bar e Hard Rock Café estão centralizados nestes hotéis. Mas ainda temos as opções dos restaurantes flutuantes, vários barcos ancorados na orla grandes e iluminados, que foram transformados em restaurantes de cozinhas internacionais. Muitos deles são ao ar livre e nos dias menos quentes são uma opção e tanto.  Existem também os que se movimentam pelo rio, uma ótima opção para turistas, pois oferecem jantar e show local além do passeio ser super agradável.

Os bairros de Zamalek, Maadi e Mohandessin são os meus preferidos no quesito gastronomia. Restaurantes simpáticos e exóticos são um dos pontos atrativos destes locais. Ainda estamos desbravando o Cairo, mas já  tenho a listinha dos meus preferidos. Para quem vem para cá, não deixe de visitar o Sequóia , o Blue Nile e o Le Pacha.

Se você está em busca de algo, vamos dizer assim, mais dançante, o Cairo também oferece uma boa quantidade de casas noturnas bem legais. Claro que o conceito é diferente do brasileiro, o que por um lado é bem legal, pois não tem aquela “caçação” desenfreada (já passei da fase), porém, com jeitinho os solteiros podem até acabar se dando bem. Vai do jazz ao eletrônico e segundo alguns amigos (porque confesso que nunca fui), as casas são super bem freqüentadas, sendo a maioria por estrangeiros.

Costa Cafe

As cafeterias, que são por sua vez, os mais populares, também são excelentes. Redes como a Starbucks, Costa Coffee e Cilantro são as mais famosas e internacionais, porém existe uma infinidade de outras opções espalhadas por todos os lugares, todos mesmo!  À noite, elas viram points para o encontro dos adolescentes e lazer para os mais velhos. Ficam abertas até altas horas e estão sempre lotadas. O único problema é que em todas elas o fumo é permitido, não havendo locais separados para fumantes e não-fumantes. Aliás, este costume ainda não chegou por aqui. Existem também as casas de chá, onde os freqüentadores são apenas o povo local e em sua grande maioria homens. Dificilmente você encontra uma mulher neste lugar. Ali, fuma-se Sheesha e toma-se chá por horas e horas a fio. Devo dizer que no quesito higiene e decoração, o lugar está em última colocação no meu ranking.

Realmente o Cairo é muito rico em cheiros e sabores (de todos os tipos hehehe), pode-se viver muito bem aqui, tratando-se de alimentação principalmente. Claro que você precisa escolher bem o restaurante porque tem muita armadilha também. Mas a melhor parte é que para o bolso dos brasileiros, os preços não são nada salgados, muito pelo contrário se compararmos ao Brasil. Com R$ 100,00 você faz uma refeição digna de rei, o que não é possível por aí.

Aos poucos iremos descobrindo mais lugares. Quem sabe numa próxima vez eu não faça indicações mais elaboradas aos viajantes de plantão?

Beijo à Todos.

4 comentários (+add yours?)

  1. line
    Set 01, 2010 @ 16:29:21

    Leio seu blog com frequencia, vc define o Cairo muito bem, gostaria de ter conhecido muito mais lugares “agitados” quando estive pelo Cairo. Espero voltar um dia ao Egito🙂

    parebens pelo blog

    beijos

    Responder

  2. liete
    Ago 28, 2010 @ 20:45:02

    Oi, Dada gosto muito de ler o teu blog, esta visao diaria do Egito e muito legal!

    um grande abraço
    Liete

    Responder

  3. Gomes :D
    Ago 27, 2010 @ 16:36:43

    Olha eu aqui denovo Adréiaaaaaaaaaaaa:D estou adorando as dicas!!!!!!yehaaa… e estou esperando mais!:DD o que eu particulamente gosto muito, é de tomar chá hahahahah…… beijäo! e tudo de bom para voces:))

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: