BEM VINDO À “SUÍÇA”

  

Palavras do Maridex Rodrigo

Prometo tentar não deixar o nível do blog cair com meu comentário, mas achei que a experiência da minha última viagem deveria ser dividida. 

Temos alguns contatos em Israel que estão interessados em nossos produtos, então organizei uma visita de 04 dias.   

Todos sabem das inúmeras divergências entre Israel e seus vizinhos basicamente pelo tratamento dado aos Palestinos que dividem esta área fazem muitos anos. 

Bom, não vou entrar em discussões sobre quem tem razão (mesmo por que ninguém tem) pois, cada um tem uma forma de ver as coisas, mas o que é engraçado nesta relação, é que alguns países vizinhos mais moderados (moderados em relação ao conflito) querem ter relação comercial com Israel mas não querem que ninguém saiba disso. Nesta lista está o Egito, a Jordânia, Qatar e até mesmo a fechadíssima Arábia Saudita. Pois entre os países muçulmanos o bonito é condenar Israel e não apoiá-lo. 

Bem Vindo à "Suíça"

 

Por exemplo, nos web sites das empresas aéreas, nenhuma mostra vôos para Tel Aviv, mas via agencias de turismo pode-se comprar tickets de uma ou outra companhia. No aeroporto o vôo não indica o portão de embarque (medida de segurança) e também não indica qual companhia fará o vôo (ninguém quer se comprometer). Vim via Amã na Jordânia e de lá peguei um táxi até a fronteira com Israel. 

Chegando lá nosso cliente contratou um serviço VIP para que não ficássemos muito tempo esperando os procedimentos normais e do lado Jordaniano não levamos mais do que 5 minutos para sermos liberados. Não sem antes aquele velho comentário: 

Exército Feminino Israelense

 

 – Brasileiro!
– Sim, Brasileiro.
– Ah, futebol, Ronaldo, Romário, Pelé, vamos ganhar o Mundial!

 Sempre a mesma coisa… 

 Ok, chegando ao lado israelense a coisa muda. 

Para minha surpresa, todos os policiais da imigração eram mulheres, ou melhor, mulheres com idade entre 20 a 30 anos de todos os tipos, ruivas, louras e morenas, todas muito bonitas, entretanto bem sérias. 

 – Boa tarde! Passaporte?
– Brasileiro?
– Sim.
– Adoro as novelas.
– Ah é. Qual?
– Todas. A melhor é da Jade.
– Jade? Ah, aquela da Juliana Paes? Sobre a Índia?
– Não! Aquela dos gêmeos, um bom e um mal… 
– Olha, sobre futebol te respondo qualquer coisa, mas novela, vai ser difícil.
– Ah legal….

 

 Agora a coisa fica séria: 

 – Já estiveste em países árabes antes?
– Sim.
– Ok, vou pedir em qual pais o senhor esteve e o senhor responde sim ou não? Ok?
– Ok.
– Argélia?
– Sim.
– Iraque?
– Sim.
– Arábia Saudita?
– Sim.

 Neste momento a menina fez uma cara de desagrado, e informou a menina do serviço VIP que me acompanhava.  – Acho que tenho mais perguntas e o assunto vai demorar

 – Qual o motivo da sua visita a estes países?
 – Sou encarregado do departamento de exportação de minha empresa e estes mercados são onde estão meus clientes, moro no Egito e visito regularmente estes lugares.
 – Hum, sei (sem muita empolgação)
– Vou continuar então com a lista?
– Iêmen?
– Sim.

Putz, nesta altura pela cara dela, pensei:  Como é que um cara que esteve no Iêmen quer entrar em Israel? Com uma cara de desconfiada ela seguiu a lista e aí a coisa começou a melhorar para meu lado. 

 

Mesquita de Al Aqsa - Jerusalém

 

– Irã. 

– Não.
– Síria?
– Não (mal ela sabia que em duas semanas estarei lá)
– Líbano.
– Não.

 Bom, ahi ela respirou aliviada, tinha dito três vezes não, então disse ok, bem vindo a Israel, aproveite sua estadia. 

– Você quer seu passaporte com carimbo ou sem carimbo?
– Sem carimbo, por favor? Caso contrário serei demitido.

Se você tem seu passaporte com carimbo de Israel não pode entrar em países com os quais as relações não são oficiais, ou seja, você não poderá entrar em 90% dos países árabes, o que para mim seria um desastre. 

Ufa, pensei. 

Ao passar o portão de segurança já com meu passaporte liberado e sem carimbo, recebo as costumeiras mensagens no celular: “ Bem vindo à … A Claro está com vocês no … , se seu telefone esta sincronizado podes ler seus emails, etc.” 

Só que para minha surpresa minha mensagem, dizia: “Bem vindo a SUIÇA”. Peraí? Suíça? A cinco minutos atrás estava na Jordânia e agora estou na Suíça? 

Igreja do Santo Sepulcro – Belém

Na verdade isso é uma forma de não comprometer clientes que estiveram em Israel, mas não querem admitir isso, mais ou menos o mesmo pensamento de não informar os vôos no site, ou mesmo que companhia aérea faz vôo  para este país. 

Israel é um país pequeno, todas as cidades ficam perto umas das outras e as mais longes ficam no máximo a 100 quilômetros. Além de Tel Aviv, estive em Nazareth, Bet Lehen (conhecemos como Belém, onde nasceu Jesus e fica em território Palestino) e Jerusalém a cidade sagrada para os muçulmanos, cristãos e judeus. 

Confesso que é triste ver um lugar de tamanha importância histórica, cercada de conflitos e brigas, mas também devo confessar que nada disso tira a beleza incomum do lugar. 

Em resumo, a “Suíça” é linda, impressionantemente linda, guarde grana, passe uns dias no Cairo conosco e não perca a chance de dar um pulinho lá. 

Não espere chocolates, canivetes e relógios, isso é com a outra Suíça, muito mais sem graça que esta aqui. 

Abraços à todos. 

Rodrigo. 

 

1 Comentário (+add yours?)

  1. Julia
    Nov 19, 2010 @ 02:34:59

    wow … não sabia que era tão dramática assim a situação para entrar em Israel. Meu marido me disse que pessoas com carimbo de Israel teriam sérios problemas para entrar em qualquer país árabe. E dependendo das intenções que os policias de imigração “acham”, eles deportam mesmo. Aliás, nós não temos a versão original dos acontecimentos daí. A mídia faz com que os israelenses sejam sempre os coitadinhos e os muçulmanos os demônios. Mas eles são corajosos, né? Viverem ao redor de toda essa araibada, estar sempre cutucando os palestinos e não morrerem de medo de um dia sumirem do mapa. É bem como tu disseste mesmo. Um lugar tão lindo e maravilhoso!!! E sempre em confusão.
    ma3a salama!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: