UM MERGULHO EM SHARM EL SHEIKH

 
Palavra do dia:

Matelash: Não se preocupe

**************************************************************************************************

Nesta Páscoa que passou, resolvemos visitar uma das praias aqui do Egito mesmo. Localizada na península do Sinai e banhada pelo Mar Vermelho, Sharm El Sheikh é um dos principais balneários do país. Este lugar é sem dúvida o paraíso do mergulho e do sol. O mar é simplesmente inacreditável!!  Me pergunto como pode, um lugar tão maravilhoso, ser tão pouco conhecido pelo resto do mundo, ou seria somente para nós brasileiros?

O Encontro do deserto com o Mar

Fomos acompanhados de um casal de amigos o que tornou a viagem ainda mais prazerosa. O balneário fica a 500 quilômetros do Cairo e por isso, resolvemos alugar uma Van.  Não preciso dizer que a viagem foi uma emoção só. Não, não é por causa do visual da estrada apenas, mas sim, pela forma que o motorista dirigia. Hahahaha. Jeito egípcio sem a menor dúvida!

Embaixo D'agua

Ao chegarmos, fiquei realmente encantada com a quantidade de Resorts, lojas e cassinos, realmente impressionante. O que realmente me fascinou, foi deparar com um lugar tão lindo construído no meio de um deserto tão árido. O encontro do mar com o deserto é fabuloso, majestoso.  Sem querer ser injusta, mas o lugar não parece ser parte do Egito. É tudo muito diferente daqui do Cairo ou de Suez. Tudo muito organizado e principalmente, limpo. Originalmente este lugar foi construído pelos Israelenses e acredito que por isso seja tão diferenciado.        

Ficamos em um Resort gigante e muito bonito. Estava repleto de turistas russos e muito pouco egípcios. Para não sair da rotina,  devo dizer que o atendimento não fugiu as regras básicas do país, lento e confuso. Obviamente que o quarto não estava pronto e tivemos que esperar cerca de 2 horas para nos acomodarmos. Acabei descobrindo neste tempo que russos e egípcios tem muito em comum no que se diz respeito à educação!!! Mas tudo bem, nas férias a gente releva “quase” tudo!        

Praia do Hotel

A praia do hotel esta localizada bem na ponta da orla, ali existe uma fauna marinha inacreditável. Logo que chegamos, alugamos máscara e nadadeiras e confesso que não estava muito entusiasmada até colocar a cabeça na água. Senhorrrrr!!! A visibilidade era quase tão boa dentro da água quanto fora! Os peixes em suas mais diversas cores e os corais cheios de vida e formas. Posso dizer que já fiz alguns mergulhos em minha vida, mas nada comparado a Sharm. O triste é que nem todos respeitam a natureza e algumas pessoas quebram e pegam os corais. Qual o prazer nisso? Me perguntei diversas vezes nesta viagem. Mas enfim, Sharm é definitivamente um paraíso para os mergulhadores e também aos aspirantes.        

Centrinho

À noite fomos dar uma voltinha pelo centro da cidade. As luzes fazem um show particular e os bares e restaurantes localizados nas calçadas são extremamente  convidativos. Outro showzinho a parte é o das russas. Minha teoria: elas passam tantos meses cobrindo os corpos com roupas pesadas que elas não possuem a menor noção de como se vestir no verão! Pra que tão curto meu Deus??? São mulheres altas e bonitas, mas não entendem nada de mundo fashion!!! Praia combina com havaianas e não com sandália salto 15 meu bem!!! E eu lá, de tenisinho e camiseta!!! Fora a parte do Top Less e do biquíni fio dental. Medooooooooo!!!!!     
Meu momento mais maravilhoso da viagem foi quando eu sentei em um restaurante e pedi uma cerveja. Acreditem, estava gelada!!! Quase chorei de tanta emoção!!! Mas como todo bom restaurante egípcio, não fomos avisados que a maquina de cartões não estava funcionando e lá foi o Rodrigo tentar sacar dinheiro por todo o centro. Beleza!! Logo depois sentamos em um bar típico para entrar definitivamente no clima e fumar uma Sheesha (narguile). Quando menos esperávamos os garçons, todos vestidos a caráter, começaram a dançar no meio das mesas. Pareciam com aqueles passinhos que inventávamos quando tínhamos 15 anos (ou menos). Muito engraçado!!! Um deles deu um show de dança do ventre que muita mulher morreria de inveja (eu!!). Tá bom que ficou meio estranho (gay), mas eu achei o máximo!! Não preciso dizer que o Rodrigo e o nosso amigo não apreciaram muito.  

Curtindo uma Sheesha

No primeiro dia nos limitamos a curtir a praia do hotel. Mergulhamos, tomamos sol, curtimos uma piscina e… (ainda quer mais?). No dia seguinte fomos mergulhar, mas desta vez como manda o figurino. Oxigênio, roupa de mergulho, instrutor dando as dicas e 12 metros de profundidade. Havia me esquecido como “amo muito tudo isso”. Definitivamente é um esporte fascinante. As coisas que vemos embaixo da água são inspiradoras. O privilégio deste tipo de atividade devia se estender a todos. Certamente um momento inesquecível. Passamos o dia no barco entre um mergulho e outro. Quem vai a Sharm El Sheikh precisa mergulhar, caso contrário, estará perdendo o melhor do passeio. Depois fiquei extremamente mareada (ainda estou). Sabe aquela sensação de que você ainda está no barco mesmo em terra firme? Fora o cansaço¸ como isso cansa!!! Mas vale a pena cada minuto!      

 Sharm El Sheikh é um lugar de parada obrigatória para quem vem ao Egito. A grande maioria das agências de turismo nem fala neste lugar, mas isso é um grande pecado!!Reserve um tempo em sua vida (e dinheiro) para dar um pulinho por lá. É difícil descrever em palavras tamanha beleza, portanto, venham ver com seus próprios olhos!       

 

 Beijo à Todos! 

4 comentários (+add yours?)

  1. ludovina Bisotto
    Nov 04, 2010 @ 11:19:15

    pretendo visitar o cCairo no início de 211, mais precisamente abril ou maio, gostaria de visitar Sharme el Sheik, Luxor El Guna e Cairo, gostaria, se você puder me dize alguma coisa, principalmente em relação a segurança e preço, muito obrigada.

    Responder

    • Andréia Feijó
      Nov 13, 2010 @ 19:00:50

      Olá Ludovina
      Todos os lugares que vc citou são paradas obrigatórias no Egito, mas vc precisará no mínimo 15 dias para fazer tudo isso… A segurança é ótima. Assaltos são muito difíceis de acontecer e violência definitivamente é algo que não existe por aqui, principalmente com turistas. Apenas manere nas roupas curtas que vc passará super bem. Os preços são muito baratos. Muito mesmo!!! Cada 1 Real vale 3 Pounds Egípicios, então vc divide tudo por 3… Maravilhosos
      Beijão!!!

      Responder

  2. Luciana
    Abr 15, 2010 @ 09:09:35

    Olá, estava lendo seu blog e vou deixar anotado a sua dica de praia.
    Adoro o Egito e pretendo conhecer um dia, até lá vou acompanhando suas aventuras por aqui.

    Abraços!

    Luciana.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: