HOJE VAI SER UMA FESTA!!!

Palavra do dia:

Água: Miyaah

********************************************************************************************************************** 

Uma amiguinha minha, garçonete do restaurante, me convidou na semana passada para a festa de aniversário de seu filho de seis anos que ocorreria nesta quarta-feira. Como ela sabia que eu havia visitado a outra menina aqui do hotel, fiquei sem coragem de negar o convite e prometi que compareceria. Até o dia da festa chegar ela me ligou umas seis vezes para confirmar minha presença. Acho que ter amigos estrangeiros é um certo status por aqui. Existe uma certa “disputinha” para saber quem é a mais minha amiga aqui no Resort. Muito bom para o meu ego hehehehe.

Festinha de aniversário é sempre muito legal né? Um monte de salgadinhos, docinhos, bolo e uma cervejinha beeeemmm gelada… Bom, Não preciso dizer que aqui não é exatamente assim, principalmente a parte da cerveja.

Combinei com a minha amiguinha (aquela que eu visitei) de irmos juntas, pois não queria chegar sozinha na casa da moça. Chegamos por volta das sete horas da noite e já estavam presentes algumas pessoas da família. Logo que cheguei entreguei o meu presente ao menino, emocionada com a frase que acabava de ter aprendido: Collessana Wentha Tayb (que essa data se repita por muitos anos). Feliz aniversário é muito difícil de pronunciar hehehe.

 As moças todas cobertas com o véu, com exceção da mãe do menino (pois estava entre família), que estava toda arrumada para receber os convidados. A família foi bastante receptiva e obviamente curiosa pela minha presença ali. Havia apenas uma moça de burca que não se manifestou e os irmãos e cunhados ficaram pouco tempo junto das mulheres no mesmo ambiente. Eu estava me sentindo um E.T. a princípio, mas com o passar do tempo comecei a ficar mais à vontade. Nesta altura ocorreu uma coisa muito engraçada, o momento “cheguei” da festa: O pai do menino!! Ele estava vestindo um terno de seda PRATEADO!!! Com camisa PRATEADA!!! Gravata PRATEADA!!! Tudo PRATEADO!!! Aquilo reluzia de tal forma que eu não me contive e comecei a rir imediatamente. Minha amiga perguntou do que era que eu ria e eu inventei que estava rindo das crianças ou algo assim. Gente aquilo era muito ridículo. Vocês não fazem idéia. O mais engraçado é que eu descobri que isso é status por aqui! Ele parecia o rei da festa em seus trajes majestosos e seu cabelo entupido de gumex!!

O prédio era localizado na beira do canal de Suez com uma vista muito bonita. A sala era espaçosa cheia de móveis dourados e decoração bem egípcia (entenda-se escandalosa). Mas de uma maneira geral era um apartamento bem bom, comparado aos demais que já conheci. Fiquei ali sentadinha no sofá com aquele sorriso amarelo forçado enquanto o papo árabe rolava no ambiente. As meninas estavam colocando os pratos na mesa e nesse momento eu percebi que a única iguaria da festa era realmente o bolo. Isso mesmo, salgadinho, cachorro-quente e croquetinho nem pensar!!! O bolo era gigante e somente mais tarde eu fui entender porque do tamanho exagerado, já que havia apenas umas 10 pessoas no local. A música era ABSURDAMENTE ALTA, umas vinte versões de Feliz Aniversário em árabe e inglês. Mal se conseguia conversar na festa.

dança do ventre

Quando finalmente todos os homens se retiraram da sala e foram para outro quarto, as mulheres se revelaram… Tiraram os véus, os casacos de “Pólo-Norte” e trocaram a música para um ritmo caliente!! De repente, elas todas começam a dançar a famosa dança do ventre!!! Advinha se não me puxaram para o meio da rodinha??? Óbvio!!!! Todas começaram a me filmar e tirar fotos. Nesse momento eu pensei: – E.T. telefone minha casa!!!  Eu ali, toda desengonçada, misturando lambada com pagode!! Neste momento eu tive a certeza que eu não danço realmente nada!!! Meus queridos, aqueles mulheres são umas minhocas ambulantes!!! Elas bem que tentavam me mostrar como se fazia, mas não teve jeito. Aquilo é impossível!! Aquele quadril, balançando absurdamente acelerado. As mãos extremamente delicadas em harmonia com os ombros que simplesmente, pareciam estar descolados do pescoço porque eles se movimentavam sozinhos, eu juro! Elas nascem com esse dom. Samba é fichinha meu bem!!!

Depois de algum tempo, o pai do menino volta à sala com um milhão de porcarias de enfeites de aniversários. Sabe aquelas espuminhas de carnaval? Sabe aqueles fogos de artifícios caseiros que ficam soltando faíscas? Sabe aquele tubinho que estoura soltando um monte de fita colorida que te dá o maior susto? Sabe… O apartamento ficou uma bagunça… Era papel em cima do bolo, fumaça por toda a sala, criança chorando assustada… Uma confusão sem tamanho acompanhado de um verdadeiro show pirotécnico. Mas a verdade é que este povo é muito divertido! Criança para eles é tudo!!! Fazem qualquer coisa para agradar os filhos!

Chegada a hora do Parabéns à Você, todos pegam velas faiscantes na mão e vão para ao redor do bolo. Esse por si só já era uma vela ambulante! Nossa quanta luz!!! Achei que a casa ia pegar fogo ou pior, que certamente eu iria me queimar e pagar o mico, mas deu tudo certo. Após a cantoria o bolo começou a ser servido. Neste momento eu entendi o que eu mencionei lá em cima a respeito do tamanho do bolo. Eles não servem fatias como de costume, eles servem TIJOLOS. Para ajudar a engolir te dão um refrizinho quente! Cervejinha nem pensar!!!  Não que o bolo seja duro, mas a fatia é simplesmente enorme! Impossível de ser digerida em menos de no mínimo quatro horas. Não preciso dizer que comi menos da metade e escondi o resto na pia né! Ta loko! Foi nesse momento que não satisfeito com o pratinho que recebeu, o avô do menino vai até a mesa a fim de catar as sobras do bolo. Quase passei mal vendo o homem juntar o merengue caído na mesa suja e lamber os dedos “graciosamente”. Um nojo!!!

Logo após a hora do bolo, percebi uma tensão no ar. Alguém tinha brigado com não sei quem! Eu fiquei com aquela cara de tacho! Quando você é estranho no ninho, rapidamente pensa que o motivo da discórdia é você!!! Mas graças a Deus não era! Era com a mulher de burca que por alguma razão se sentiu ofendida com o cunhado. Descobri também que uma das moças do local tinha uma sócia de matrimonio, ou seja, o marido tinha duas esposas, ela e mais uma! Hahahahahaha. Normal por aqui!

Notei que a festa estava chegando ao fim, tipo da festa cachorro magro, come e vai embora sabe? Lentamente eu e minha amiga começamos a nos movimentar para a retirada estratégica, quando a avó do menino resolveu me puxar (literalmente) e me mostrar todas as fotos de família. Muito educadamente e concordei com tudo que ela dizia, mas na verdade eu não entendia nada de nada. Apenas captei a parte que ela disse que não gostava de uma das esposas do filho poligâmico, somente daquela que, coincidentemente estava na festa.

Bom, finalmente eu disse um Ma as-Salaamah (tchauzinho) geral e me retirei estilosamente da festinha. Saí dali e fui correndo comer um espetinho de frango. Ora. eu havia me preparado para uma festa infantil e esperava comer até passar mal, como costumeiro em aniversários. Não fui feliz!! Fui obrigada a fazer um Pit Stop né? Nem só de bolo vive o homem!!

Beijo à todos!!!

3 comentários (+add yours?)

  1. Julia
    Nov 19, 2010 @ 02:01:12

    hahahhaa essa coisa de ir em festa e achar que vai encher a pança … só por aqui mesmo!
    Fui a uma festa de casamento de gente podre de rica. Quando vi que na mesa tinha apenas um garfo e mais nada fiquei confusa. Horas depois (apresentações e mais apresentações) veio um prato somente com: mini pizza, mini bolo doce, mini kofta, mini pão arabe e deu. Ahhh e sem refri quente porque tinha mais convidados do que comida, bebida …. aff que fiasco!!!!
    bjkas

    Responder

  2. Fabiana
    Abr 06, 2010 @ 22:23:00

    Olá,
    Rachei de rir com o seu post, estava precisando rir um pouco. Na verdade já passei algumas experiências no Egito, meu amado esposo (falecido)era egpício, tenho um habibizinho que tem a família toda no Cairo. Lendo suas experiências parecia muito com as minhas, eles são tão gentis que cedemos sempre, não é ?! HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
    Vou sempre passar por aqui !
    Beijão
    Fabiana.

    Responder

    • Andréia Feijó
      Abr 07, 2010 @ 10:09:52

      Olá fabiana
      Obrigado pelo comentário e pela presença. Se você tiver alguma sugestão sobre um próximo post manda aí!!
      Grande beijo!!!

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Quantos já passaram por aqui...

  • 336,119 acessos

del.icio.us

The best

RSS A História de uma gata

  • Memorial 19/05/2016
    Tá tudo certo. Resolvido. Jurado e sacramentado. Até que percebo uma leve alteração na respiração ao estacionar o carro e meu coração acelerar no elevador e bater na garganta quando chego na porta. Ela abre. Eu disfarço. Faço uma piada, enquanto minha mente me joga, sem dó, frames de sons, momentos e sensações. Me lembra que voltei a brotar ali .E eu penso n […]
    noreply@blogger.com (Fernanda Copatti)

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 354 outros seguidores

%d bloggers like this: